O surto de covid-19 detetado no início de agosto, na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova, regista um total de 43 casos ativos e em quatro dias recuperaram 110 pessoas.

Em comunicado, a Câmara de Proença-a-Nova refere que o surto “envolve atualmente 30 utentes e 13 funcionários”, segundo os dados disponibilizados ao município pela autoridade de saúde na quinta-feira.

No início da semana, esta Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) tinha um total de 153 casos ativos, sendo que 127 eram utentes e 26 funcionários.

Segundo o município, dos utentes infetados, “encontram-se ainda três a receber terapia de oxigénio, um deles inspirando maiores cuidados e os outros dois como suporte”.

Já o número total de infetados no concelho de Proença-a-Nova está atualmente nos 56 casos ativos e 50 pessoas “encontram-se a cumprir isolamento profilático”.

Desde o início da pandemia há a lamentar nove óbitos no concelho [Proença-a-Nova], seis deles resultantes do surto nesta instituição [IPSS]”, lê-se na nota.

A Câmara de Proença-a-Nova sublinha que, até quarta-feira, todas as pessoas que se tinham submetido à autotestagem gratuita à covid-19, no posto instalado pela autarquia, “testaram negativo”.

O município decidiu ainda adiar os eventos programados até domingo, sendo que as novas datas vão ser divulgadas oportunamente.

A covid-19 provocou pelo menos 4.392.364 mortes em todo o mundo, entre mais de 209,2 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.613 pessoas e foram registados 1.012.125 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como oReino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

/ JGR