O incêndio num edifício habitacional com cinco pisos que ocorreu no sábado em Alhos Vedros, no concelho da Moita (Setúbal), que foi evacuado, causou 21 deslocados e quatro bombeiros feridos, disse hoje fonte da Proteção Civil.

A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal adiantou à agência Lusa que os 21 residentes deslocados devido ao incêndio, ficaram em casa de familiares.

O edifício habitacional, de acordo com a mesma fonte, estava hoje de manhã ainda desocupado, para serem analisadas as condições de habitabilidade.

Quatro bombeiros sofreram intoxicações com fumos e foram transportados para o hospital do Barreiro, segundo o CDOS, que inicialmente tinha indicado dois bombeiros feridos.

O alerta para o incêndio foi dado às 16:23 de sábado e obrigou, como medida de prevenção, a retirar todos os moradores do prédio, localizado na Rua 5 de Outubro, em Alhos Vedros, de acordo com o CDOS, indicando que o fogo deflagrou no 2.º piso.

Cerca das 18:30 de sábado, segundo o CDOS, os bombeiros procediam a operações de rescaldo e ventilação do edifício.

O combate às chamas mobilizou 59 operacionais, com o apoio de 19 veículos.