A Polícia Judiciária deteve um monitor de ginásio de 37 anos acusado de abusar sexualmente de uma criança de 13 anos em São João da Madeira.

De acordo com a força, o crime ocorreu "após um período de contactos mantidos com a vítima, através das redes sociais", depois de ter conhecido o agressor no ginásio.

"Com o pretexto da realização de avaliação física da vítima", o agressor terá seduzido a menor a aceitar um encontro de natureza sexual.  

A Polícia Judiciária informa ainda que está a investigar o agressor, para tentar perceber se este será responsável por outros crimes da mesma índole, "atendendo, designadamente, ao meio social e atividade profissional que aquele exerce"

O detido, de 37 anos, vai ser presente à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.