O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) instaurou um processo de averiguação à morte, na quinta-feira, de uma mulher após o parto na unidade de Vila Real.

Em comunicado, o conselho de administração do CHTMAD informou “que todo o processo assistencial decorreu seguindo as boas práticas clínicas estabelecidas para este tipo de intervenção”.

“Contudo, por uma questão de rigor e transparência, decidiu instaurar um processo de averiguação”, acrescentou.

O conselho de administração manifestou também na nota “o seu sentido pesar à família da utente”.

Não foi dada qualquer informação sobre a condição de saúde do bebé, mas, segundo a CMTV, que cita o pai, este está estável.

/ CM