A Media Capital, dona da TVI, manifestou este domingo “profundo pesar e dor” pela morte da cantora Sara Carreira, de 21 anos, recordando o seu “talento e alegria contagiante”.

O Conselho de Administração da Media Capital, em seu nome e de todos os colaboradores e profissionais do grupo, manifesta o seu mais profundo pesar e dor pelo trágico e tão inesperado falecimento da jovem cantora Sara Carreira”, lê-se no comunicado.

O grupo recordou o “talento e alegria contagiante” da intérprete, notando que Sara Carreira deixa “uma grande saudade” a todos os profissionais da Media Capital.

Neste momento tão difícil e de luto, expressamos as mais sentidas condolências e solidariedade a Tony Carreira, a toda a sua família e amigos […]. Ao Tony Carreira, que sempre foi parte desta casa, fica a expressão de uma total comunhão e amizade desta sua família”, acrescenta.

Leia também:

TVI cancelou, este domingo, o “Somos Portugal” por respeito à morte de Sara Carreira.

A jovem cantora morreu, no final da tarde de sábado, vítima de acidente de viação. Tinha 21 anos e era a filha mais nova de Tony Carreira. 

Ao que a TVI apurou, a colisão, que ocorreu ao quilómetro 61 da A1, envolveu quatro viaturas. O óbito foi declarado no local.

O ator e cantor Ivo Lucas, de 30 anos, também seguia na viatura e foi transportado para o hospital com ferimentos graves. O cantor apresentava uma fratura exposta no braço.

De acordo com a Proteção Civil, a colisão ocorreu às 18:45, na localidade de Póvoa da Isenta, em Santarém. A A1 esteve cortada ao trânsito até às 00:51 entre os nós de Santarém e do Cartaxo. 

A colisão provocou ainda dois feridos ligeiros, que seguiam noutra viatura, e foram transportados para o Hospital de Santarém. Outras duas vítimas foram assistidas no local, acrescentou fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro de Santarém.

No local, estiveram 30 operacionais e 11 viaturas, entre os quais meios dos bombeiros de Pernes e de Santarém, dos Sapadores de Santarém, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Santarém e a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Torres Novas.

Redação