A mulher que no domingo foi atingida por uma embarcação quando mergulhava perto das Quatro Águas, em Tavira, acabou por não resistir aos ferimentos graves e morreu, disse esta sexta-feira à agência Lusa fonte da capitania local.

O comandante Rui Vasconcelos de Andrade confirmou à Lusa que foi informado da morte da jovem, de 20 anos, que ficou ferida com gravidade cerca das 10:30 de domingo, ao ser atingida por uma embarcação de recreio a uma milha da barra de Tavira.

Obtive hoje a informação de que a jovem faleceu”, disse o capitão do porto de Tavira, acrescentando que “no domingo o Comando Local da Polícia Marítima elaborou um expediente e remeteu-o ao Ministério Público”.

Após ser colhida por uma embarcação, a mulher foi “transportada como ferida grave pelo Instituto Nacional de Emergência Médica para o Centro Hospitalar Universitário do Algarve, em Faro”, disse na ocasião uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

O capitão do porto também explicou no domingo que a Polícia Marítima foi alertada para um “acidente ocorrido entre uma embarcação de recreio e uma jovem que se encontraria a fazer mergulho ou pesca submarina, uma milha a sul do Barril, entre o Barril e a barra de Tavira”.

A mulher foi transportada pela própria embarcação que a tinha atingido para o cais das Quatro Águas, em Tavira, distrito de Faro, onde foi recebida e assistida pelas equipas de emergência médica, e posteriormente transportada de helicóptero para o Hospital de Faro, acrescentou então o capitão do porto.

Quanto às causas do incidente, Rui Vasconcelos de Andrade disse que as circunstâncias vão ser determinadas pelas entidades judiciárias responsáveis pela investigação.

/ AG