Portugal regista este domingo 903 mortos associados à covid-19, mais 23 do que no sábado, e 23.864 infetados (mais 472) indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de sábado, em que se registavam 880 mortos, este domingo constatou-se um aumento percentual de óbitos de 2,6%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 472 casos do que no sábado, representando uma subida de 2%.

A região Norte é a que resgista o maior número de mortos (519), seguida da região Centro (188), de Lisboa e Vale do Tejo (175), do Algarve (12), dos Açores (8) e do Alentejo que regista um caso, adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24:00 de sábado.

Boletim 26 de abril by TVI24 on Scribd

Das mortes registadas, 609 tinham mais de 80 anos, 182 tinham entre os 70 e os 79 anos, 78 entre os 60 e 69 anos, 24 entre 50 e 59, e dez entre os 40 e os 49.

Do total das pessoas infetadas, a grande maioria está a recuperar em casa, totalizando 20.627 (mais 432).

Os dados indicam que 1.005 estão internados, menos 35 do que na quinta-feira (-3,4%), e 182 estão em Unidades de Cuidados Intensivos, menos quatro, o que representa uma diminuição de 2,2%.

Os dados da DGS precisam que o concelho de Lisboa é o que regista o maior número de casos de infeção pelo coronavírus (1.406), seguido de Vila Nova de Gaia (1.263), Porto (1.211), Braga (1.019), Matosinhos (1.017), Gondomar (966), Maia (826), Valongo (700), Ovar (564), Sintra (552), Guimarães (507) e Coimbra, com 401 casos.

Desde o dia 01 de janeiro, registaram-se 236.410 casos suspeitos, dos quais 4.673 aguardam resultado dos testes.

Há 207.873 casos em que o resultado dos testes foi negativo, refere a DGS, adiantando que o número de doentes recuperados aumentou para 1.329 (eram 1.277).

A região Norte continua a registar o maior número de infeções, totalizando 14.386, seguida pela região de Lisboa e Vale do Tejo, com 5.531, da região Centro, com 3.232, do Algarve (322) e do Alentejo (187).

Os Açores registam 120 casos de covid-19 e a Madeira 86.

A DGS regista também 30.453 contactos em vigilância pelas autoridades de Saúde.

Do total de infetados, 14.122 são mulheres e 9.742 homens.

A faixa etária mais afetada pela doença é a dos 50 aos 59 anos (4.043), seguida da faixa dos 40 aos 49 anos (4.011) e das pessoas com mais de 80 anos (3.708 casos).

Há ainda 3.337 doentes com idades entre 30 e 39 anos, 2.821 entre os 60 e 69 anos, 2.724 entre os 20 e os 29 anos e 2.127 com idades entre 70 e 79 anos.

A DGS regista ainda 383 casos de crianças até aos nove anos e 710 de jovens com idades entre os 10 e os 19 anos.

Segundo o relatório da Direção-Geral da Saúde, 171 casos resultam da importação do vírus de Espanha, 137 de França, 88 do Reino Unido. Há ainda centenas de casos importados de dezenas de outros países.

De acordo com o boletim, 50% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse, 36% febre, 26% dores musculares, 23% cefaleia, 20% fraqueza generalizada e 15% dificuldade respiratória. Esta informação refere-se a 81% dos casos confirmados.

Açores sem casos positivos pelo quarto dia e mais uma morte

Os Açores não registaram casos positivos de covid-19 pelo quarto dia consecutivo, mas houve mais uma morte nas últimas 24 horas, assim como sete novos casos recuperados, informou a Autoridade de Saúde Regional.

Assim, até ao momento, já foram detetados nos Açores um total de 138 casos, verificando-se 34 recuperados, 10 óbitos e 94 casos positivos ativos de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, sendo 70 em São Miguel, três na Terceira, cinco na Graciosa, dois em São Jorge, nove no Pico e cinco no Faial.

No comunicado diário de hoje, a Autoridade de Saúde dos Açores adianta que "as 381 análises realizadas nos dois laboratórios de referência da Região" (São Miguel e Terceira) "nas últimas 24 horas não revelaram casos positivos de covid-19".

Nas últimas 24 horas há a registar a morte de uma mulher de 99 anos de idade infetada com o novo coronavírus, que estava internada no Centro de Saúde do Nordeste, na ilha de São Miguel, de acordo com aquela entidade.

A Autoridade de Saúde açoriana refere ainda o registo de sete novos casos recuperados, cinco dos quais homens com idades entre os 23 e 52 anos, residentes nas ilhas de São Miguel, Terceira e São Jorge, e duas mulheres, com 19 e 59 anos, residentes em São Miguel.

"As medidas de prevenção e contenção da pandemia devem ser mantidas e reforçadas, sempre que possível, por cidadãos e organizações públicas, privadas e do setor social", reitera a Autoridade Regional de Saúde.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 200 mil mortos e infetou mais de 2,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Andreia Miranda .