O arquiteto português Victor Consiglieri morreu na quarta-feira, a poucos dias de completar 91 anos, anunciou a Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitetos.

Nascido em Lisboa, em 5 de maio de 1928, Victor Consiglieri foi professor na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, na Universidade Moderna de Lisboa, na Universidade de Évora, entre outras.

Consiglieri iniciou a sua atividade como arquiteto na Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais do Ministério das Obras Públicas, em 1954, segundo os dados biográficos disponibilizados pela Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitetos.

Passou pelas Habitações Económicas – Federação das Caixas de Previdência, onde trabalhou nas Habitações Económicas e colaborou nos projetos para os bairros Silva Porto e de Queluz, tendo transitado para a Comissão dos Equipamentos Coletivos da Secretaria de Estado da Segurança Social, onde elaborou vários projetos para equipamentos sociais.

Victor Consiglieri projetou um conjunto de moradias e de edifícios públicos como a sede da Agência Militar no Largo da Sé em Lisboa, o edifício da GNR em Almodôvar e projetos para os edifícios da GNR em Alvaiázere e Reguengos de Monsaraz.

O arquiteto realizou ainda projetos para entidades oficiais como a Escola Agrícola em Cabo Verde ou a Igreja em Moçâmedes, em Angola.

O funeral realiza-se hoje às 11:30, no cemitério dos Olivais, em Lisboa.