A Guarda Nacional Republicana (GNR) detetou 60 infrações no âmbito da legislação ambiental, nomeadamente, por caravanismo e campismo ocasional fora dos locais indicados, no primeiro mês da entrada em vigor da nova legislação, revelou à Lusa a autoridade.

Entre os dias 9 de janeiro e 9 de fevereiro, a GNR aplicou coimas no valor global de 3.540 euros, tendo a grande maioria das infrações sido detetadas em Faro (55), três em Odemira (distrito de Beja) e duas na Moita (distrito de Setúbal).

Os visados eram oriundos de vários países, designadamente, Luxemburgo, Alemanha, França, Inglaterra, Polónia, Espanha, Itália, Holanda, Bélgica, Suíça, Finlândia e também de Portugal, segundo informou a GNR.

Com a alteração legislativa recente, a GNR está a realizar ações de sensibilização e fiscalização de uma forma progressiva, através de uma adaptação à nova regulamentação, em articulação com as autarquias locais", assinalou a entidade.

. / MJC