As normas de isolamento contra a covid-19 vão mudar e a TVI24 conseguiu apurar que as pessoas vacinadas vão deixar de estar em isolamento após um contacto de risco, se testarem negativo, e as não vacinadas passam a estar isoladas 10 dias em vez de 14. 

A ministra da Saúde admitiu, esta manhã, numa entrevista à rádio Renascença, que os vacinados e não vacinados "não estão nas mesmas condições" e que a norma vai sofrer alterações, que vão ser conhecidas até ao final da semana. 

De acordo com Marta Temido, ainda estão a ser realizadas "análises técnicas que são complexas".

Já a 14 de setembro, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, admitia que a nova norma estava a ser feita e iria ser publicada em breve, confirmando a intenção de terminar com o isolamento dos vacinados devido a um contacto de risco.

Desde agosto que, com o avançar da vacinação, vários especialistas defendiam a mudança desta norma, sobretudo para "libertar" os vacinados de um isolamento prolongado. 

"Portugal é dos países que exige um maior isolamento profilático, já há muitos países onde o isolamento é de apenas dez dias", sublinhava, na altura, Bernardo Gomes, médico de saúde pública, ouvido pela TVI24.

Cátia Esteves