O Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/Vila do Conde diagnosticou esta sexta-feira mais um caso de legionella no surto que afeta região do Grande Porto desde final de outubro, revelou fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte).

Com este registo, aumenta para 88 o número total de pessoas que, desde 29 de outubro, recorreram a assistência hospitalar devido à doença no distrito do Porto, sendo que 10 morreram e um total de 11 estão internadas.

Na unidade poveira, que, desde o início do surto, já detetou 30 casos de legionella, continuam internadas duas pessoas, tendo sido registados dois óbitos.

Já no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, que já prestou cuidados a 48 pessoas, o número de internamento estabilizou nos 5, tendo oito pessoas morrido devido a complicações relacionadas com a doença.

No Hospital S. João, no Porto, mantêm-se internadas quatro pessoas das 10 que deram entrada na unidade desde o final de outubro.

Assim, no total, o surto de legionella, que afetou os concelhos de Matosinhos, Vila do Conde e Póvoa de Varzim, já registou 88 casos.

. / DA