Um surto de covid-19 no lar Nossa Senhora das Candeias, em Mourão (Évora), já infetou, pelo menos, 48 utentes e funcionários, disse esta quinta-feira à agência Lusa a presidente do município, Maria Clara Safara.

Num universo de 62 utentes, estão 38 positivos e funcionários são 43 e nesta testagem saíram sete funcionárias que testaram positivo, mas já estavam três [infetadas], o que dá 10 funcionários infetados”, disse.

De acordo com a autarca, o surto foi identificado na quinta-feira, estando nesta altura a decorrer uma reunião da comissão municipal de Proteção Civil que deverá decidir a retirada dos utentes que não estão infetados para uma outra zona de acolhimento naquela vila alentejana.

A autarca disse ainda que dos 38 utentes infetados, dois deles estão na “zona de acolhimento covid” no hospital de Évora e que “alguns” dos utentes infetados que permanecem no lar “têm sintomas”, mas a maioria estão “assintomáticos”.

Está nesta altura uma equipa médica no lar para avaliar a situação”, acrescentou.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.718.209 mortos resultantes de mais de 77,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 6.343 pessoas dos 383.258 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

/ CE