Uma mulher foi esta terça-feira à tarde encontrada morta a tiro numa viatura no Tagus Park, em Oeiras, Lisboa, estando as autoridades a averiguar as circunstâncias da morte, disse fonte da PSP à TVI.

Segundo a fonte do Comando Metropolitano de Lisboa, o corpo foi encontrado cerca das 13:30, junto a uma agência bancária localizada no parque empresarial, no distrito de Lisboa, onde ambos trabalhavam.

As autoridades foram chamadas na sequência de uma denúncia de agressão, mas quando chegaram ao local, um parque de estacionamento, depararam-se com um morto e um ferido grave numa situação que “envolveu uma arma de fogo”, pelo que foi acionada a Polícia Judiciária (PJ).

A vítima mortal, uma mulher de 40 anos, foi encontrada no banco do condutor, enquanto o ferido grave, um homem de 44 anos, estava caído sobre a vítima, com ferimentos de bala. Foi transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, sob escolta, por ser o principal suspeito.

A mulher terá sido morta pelo homem que estava ao seu lado, com uma arma de fogo, num cenário de provável homicídio seguido de tentativa de suicídio.

Não há registo de queixas de violência doméstica por parte da vítima, apurou ainda a TVI.

No local estiveram os Bombeiros de Barcarena, uma viatura de emergência médica do INEM e uma equipa de psicólogos do INEM, além da PSP e da PJ, num total de 15 operacionais e sete veículos.