A queda de chuva causou hoje cerca de 400 inundações em casas e estradas nos distritos de Lisboa e Setúbal, os mais afetados por cheias entre as 00:00 e as 21:00, informou a Proteção Civil.

Num balanço atualizado à Lusa, a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) contabilizou em todo o território continental, no mesmo período, um total de 684 situações devido ao mau tempo.

De acordo com a ANPC, o distrito de Lisboa teve 248 inundações e o de Setúbal 133.

O mau tempo provocou ainda, um pouco por todo o continente, quedas de árvores (55) e de estruturas (20) e aluimentos de terra (35) e obrigou à limpeza de estradas (53).

 

Mau tempo provoca inundações e queda de árvores em Lisboa

A maioria das inundações em Lisboa verificou-se nas freguesias de Benfica e Penha de França.

Ainda de acordo com o município, o mau tempo provocou a queda de quatro árvores na cidade.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou 472 ocorrências relacionadas com o mau tempo até às 16:00 de hoje em todo o país e cerca de metade ocorreu no distrito de Lisboa.

Fonte da ANPC adiantou que 370 das 472 ocorrências, registadas entre as 00:00 e as 16:00, estiveram relacionadas com inundações.

O distrito de Lisboa foi o mais afetado pela forte chuva que começou a cair desde o final da manhã de hoje, com o registo de 213 ocorrências de inundações, de acordo com a Proteção Civil.

A mesma fonte indicou que os concelhos mais afetados são Sintra, Cascais e Lisboa, mas não estão incluídos os efeitos provocados pela chuva na capital, que são da responsabilidade do Regimento de Sapadores de Bombeiros.

 

Dezenas de ruas cortadas ao trânsito

Por causa do mau tempo, dezenas de ruas tiveram de ser temporariamente cortadas ao trânsito, disse fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.

A mesma fonte adiantou que a forte chuva levou a restrições da circulação automóvel com o corte temporário de algumas vias, nomeadamente na capital, Sintra, Oeiras, Cascais e Vila Franca de Xira.

Segundo a PSP, as inundações foram a principal causa do corte das vias, mas registaram-se ainda situações de restrições ao trânsito relacionadas com queda de árvores e deslizamento de terras.

A fonte indicou também que a PSP começou a receber as primeiras chamadas de alerta para ocorrências relacionadas com o mau tempo a partir das 10:20 e foram sobretudo relacionadas com inundações.

A Proteção Civil dá ainda conta, no distrito de Lisboa, de danos materiais devido às inundações em garagens e caves, bem como de casos de carros que ficaram submersos.

O alerta de mau tempo da ANPC vai prolongar-se até às 12:00 de segunda-feira.