A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu em Ílhavo, distrito de Aveiro, 1.763 quilogramas de larvas de ostra provenientes da Holanda, no valor estimado de nove mil euros.

Em comunicado, a GNR esclarece que as larvas de ostra foram apreendidas na segunda-feira, no âmbito de uma operação destinada ao controlo do transporte e comercialização de moluscos bivalves vivos destinados à aquicultura.

De acordo com a Guarda, os militares detetaram na localidade da Gafanha da Encarnação um veículo pesado de mercadorias a descarregar nas margens da ria de Aveiro a respetiva semente de ostra, sem acompanhamento de certificados sanitários.

“Foi identificada a empresa recetora dos moluscos bivalves vivos, apurando-se junto da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, que a mesma não havia comunicado a chegada dos referidos bivalves provenientes de outro estado membro, bem como não era detentora de registo de operador e recetor de animais vivos”, refere a mesma nota.

Segundo a GNR, a empresa incorre numa contraordenação que pode ultrapassar os 29 mil euros, por efetuar o comércio intracomunitário de moluscos bivalves vivos com desrespeito pelas regras relativas a controlos veterinários e zootécnicos.