Em resposta à Lusa, depois de denúncias sindicais de erros e irregularidades nos três dias em que decorreu a Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades (PACC), o IAVE, que coordena a aplicação da prova, referiu que, no caso do exame de Português do 1.º ciclo, «durante a realização da prova […], foi detetada uma omissão no enunciado».