Os pais de um bebé recém-nascido no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, foram hoje detidos pela PSP, após terem saído com o filho sem autorização da equipa médica, indicou o Serviço de Saúde da Madeira (Sesaram).

Confirmo que esta manhã, no Hospital Nélio Mendonça, ocorreram incidentes associados a um recém-nascido, no piso 4.º", refere Rafaela Fernandes, presidente do conselho de administração do Sesaram, num registo áudio enviado aos órgãos de comunicação social.

A responsável esclarece que o bebé estava à guarda do serviço social, depois de ter sido sinalizado como criança em risco, devido ao comportamento dos pais.

"Basicamente, foi uma situação de dois progenitores que não acataram uma orientação da equipa médica e de enfermagem, uma vez que a situação de alta do bebé estava pendente do encaminhamento feito à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em risco, após avaliação por parte do serviço social", esclareceu Rafaela Fernandes.

E acrescentou: "Em função dessa situação, foi cumprido o protocolo de segurança e foi pedida a intervenção da Polícia de Segurança Pública, que acabou por impedir que os progenitores levassem o bebé sem a competente alta clínica".

Os pais do bebé foram detidos na via pública, nas imediações do Hospital Dr. Nélio Mendonça.

/ CE