As aulas de educação sexual arrancam este ano lectivo, em todas as escolas e em todos os anos. Querem dar resposta às muitas dúvidas dos mais novos e educar adultos sexualmente responsáveis. Mas este não é um tema consensual e muitos pais acham que certas coisas só se devem ensinar em casa.

No entanto, falar com os pais nem sempre é fácil. O modelo proposto pelo ministério da Educação não pretende, todavia, que a escola se sobreponha àquilo que é dito em casa.

Seiscentos professores receberam formação específica sobre educação sexual e deverão coordenar os grupos de docentes que vão abordar o tema nas aulas. Os kits, feitos pela associação de planeamento familiar, propõem materiais de apoio para as aulas, adaptados às várias idades. Mas cabe sempre aos professores e aos alunos decidirem de que forma vão abordar o tema.
Redação / PP