Com o número de novos casos de covid-19 a subir nas últimas semanas na região de Lisboa e Vale do Tejo, importa perceber os motivos por detrás desta ascensão. Segundo a DGS, só nesta região foram sinalizados nove surtos de covid-19 ligados a festas de aniversário, casamentos e outro tipo de eventos sociais. Numa festa de aniversário com 554 convidados saíram 66 novos casos confirmados, até ao momento. 

Segundo o Expresso, dos nove surtos sinalizados resultou um total de 194 casos de infeção com covid-19.

Dos nove surtos, dois tiveram origem em casamentos que envolveram um total de 158 pessoas, das quais 41 são casos confirmados”, afirmou a DGS.

No final de maio, já tinha sido noticiado que um casamento com 130 pessoas na Azambuja tinha resultado em 26 casos positivos, no mínimo. Nas últimas semanas, há também a informação de que na zona de Cascais, três casamentos originaram três surtos decisivos para a entrada do concelho no grupo dos locais em situação de alerta. 

Vasco Ricoca Peixoto, médico de saúde pública, citado pelo Expresso, afirma que os números reais são maiores do que os conhecidos, visto que há "subdeteção de casos que já vem de trás, mas volta a ganhar dimensão porque os grupos não vacinados são os mais jovens, que tendem a ter sintomas ligeiros, como febre baixa, nariz entupido ou tosse ligeira, aos quais não dão importância ou atribuem a uma constipação"

Redação / DA