Com os números de novos casos de infeção por covid-19, em Portugal, a assumirem grandes proporções, a qualquer momento pode ter de tomar medidas extra de higiene do seu lar.

O mais importante de tudo é seguir sempre as recomendações dadas pelas autoridades de saúde.

No caso de ter um membro da sua família infetado, essa pessoa deve isolar-se dos outros membros e, se for possível, usar uma casa de banho diferente. Caso não seja possível, após cada utilização, a divisão deve ser desinfetada.

Para o momento de higienizar o seu lar, reunimos, com recurso às recomendações da DGS, algumas dicas que podem ser muito úteis. 

Deve começar por lavar bem as mãos, calçar luvas e usar uma roupa protetora.

Essa roupa pode ser, por exemplo, um fato de treino. A regra é que, no final do processo de higienização, a ponha a lavar. As luvas devem ser descartáveis, e após a limpeza, colocadas no lixo, seguindo-se da lavagem das mãos, com sabão e água quente. 

Lave e desinfete pontos de contacto como interruptores, maçanetas ou corrimões.
Para isso, use água e o detergente habitual. Depois, misture aproximadamente seis colheres de sopa de lixívia em quatro litros de água, e volte a higienizar, com essa solução, os objetos. 

Lave a casa de banho com produtos que contenham desinfetante e detergente.
Inicie o processo de limpeza pelos ralos, torneiras e lavatórios, seguindo para o mobiliário e restantes loiças. Tenha especial atenção à limpeza da sanita.

Nota importante: use um balde e esfregona diferentes para limpar a casa de banho e restantes divisões. 

As loiças de cozinha devem ser lavadas em temperaturas elevadas, à mão ou na máquina.
Na cozinha, deve também proceder à desinfeção dos puxadores dos armários, das portas, assim como das torneiras. Quando colocar os panos de cozinha e as toalhas de me mesa para lavar, ajuste a temperatura da água para acima dos 60ºC.

No quarto, é muito importante que não agite a roupa da cama, no momento de a remover. 
Também não é aconselhável que, enquanto procede à mudança dos lençóis, colchas e mantas, os encoste ao corpo. Use a solução de água e lixívia, que indicámos antes, para desinfetar as superfícies do quarto. 

A lavagem da roupa deve ser realizada à temperatura mais alta que o material suportar (consulte as etiquetas).
Pelo menos, a 60ºC no período de 30 minutos, ou em alternativa, a 80ºC ou 90ºC, durante 10 minutos. 
Se a roupa "não aguentar" estas temperaturas, opte por lavar a 30/40ºC, acrescentando um desinfetante para roupa, no tambor da máquina.

A utilização de aspiradores não é aconselhada.
Estes eletrodomésticos colocam em movimento as partículas e gotículas, que podem transportar o vírus. Opte pelas soluções que enunciámos anteriormente.  

A temperatura do ferro de engomar pode ajudar.
A base do ferro pode atingir temperaturas superiores a 100ºC, uma temperatura a que muitos agentes patogénicos não resistem. 

A DGS partilhou, no canal oficial do YouTube, um vídeo onde deixa, também, alguns conselhos. 

Diogo Assunção