Proença-a-Nova, Castelo Branco, 05 fev 2021 (Lusa) - A GNR encerrou um estabelecimento de restauração na localidade de Corgas, concelho de Proença-a-Nova, onde estavam nove pessoas em incumprimento das normas relativas à pandemia da covid-19, foi anunciado esta sexta-feira.

Em comunicado, o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR refere que o encerramento do estabelecimento de restauração e bebidas foi realizado na quinta-feira, através dos militares do Posto Territorial de Proença-a-Nova.

Na sequência de uma denúncia que dava conta que um estabelecimento se encontrava a servir refeições, os militares deslocaram-se de imediato para o local, apurando que no seu interior encontravam-se nove pessoas a almoçar e a consumir bebidas", lê-se na nota.

Esta ação culminou com a identificação das pessoas presentes no local, juntamente com o proprietário do estabelecimento.

Perante o incumprimento das medidas contra a covid-19, foram elaborados dez autos de contraordenação, um ao proprietário por inobservância do dever de encerramento do estabelecimento e nove por incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário", refere a GNR.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.285.334 mortos resultantes de mais de 104,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 13.740 pessoas dos 755.774 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

/ NM