Portugal validou apenas um caso de reinfeção pela covid-19 em mais de um ano de pandemia.

Note-se que, para que seja registado um caso de reinfeção pela doença, são precisas amostras de dois episódios de infeção separados no tempo e com uma carga viral razoável.

A maior parte das suspeitas de uma segunda infeção no nosso país têm origem em falsos positivos na testagem à covid-19.

Mas de acordo com o Jornal de Notícias, o cenário pode mudar com as novas e mais agressivas variantes do SARS-COV-2.

Nova variante descoberta na Índia

Os cientistas e os especialistas em saúde pública estão a seguir de perto a disseminação de uma variante do novo coronavírus que se acredita ter tido origem na Índia.

O país foi mesmo adicionado à "lista vermelha" do Reino Unido - da qual Portugal já fez parte - de viagens internacionais, em resposta à crescente preocupação com os enormes volumes de casos lá.

A variante, conhecida como B.1.617, foi classificada como uma "variante sob investigação" pela Public Health England (PHE), o sistema nacional de saúde britânico, à medida que os investigadores estão a adquirir e a coleccionar mais dados.

Ainda não é formalmente considerada tão grave como as variantes brasileiras ou sul-africanas, cuja PHE classifica de "variantes preocupantes".


 

Lara Ferin