Portugal poderá ter um esquema de semáforos para assinalar as regiões com maior risco epidemiológico no quadro da pandemia de Covid-19. A possibilidade foi avançada esta quarta-feira pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, numa entrevista à SIC.

"Essa pode vir a ser uma opção", adirantou.

O Governo está a estudar várias medidas de controlo da covid-19 para os próximos meses que podem passar pelo sistema de semáforos: a verde ficam as regiões de baixo risco, a vermelho as zonas a evitar.

A discussão da medida está a ser feita em vários países europeus, mas a decisão será tomada numa escala muito mais pequena.

A Executivo admite que o período do outono e do inverno vai ser um desafio, com restrições e estratégias a serem pensadas, mas, para já, descarta um novo confinamento.

António Lacerda Sales assumiu ainda que face ao aumento diário de casos de infeção em Portugal, os jogos de futebol vão continuar a ser disputados à porta fechada.

Quando for a altura certa, embora não saibamos quando será, abriremos [as bancadas] com certeza. Mas, para já, com estes números e esta tendência crescente, não é previsível que tal aconteça, embora possa haver modificações que nos levem a tomar outras decisões", sublinhou.

O governante afirmou que a questão será avaliada pelo Governo, juntamente com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), mas sempre "dependendo da evolução epidemiológica" no país.

"Não podemos dar sinais contrários à epidemia, ao aumento do estado de contingência do país. Seria mau que quem quer que seja tente dar indicadores contrários à evolução epidemiológica no país", vincou António Lacerda Sales, referindo que "as pessoas podem ver futebol na televisão, em casa".

De resto, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde salientou que "o comportamento [das pessoas] no futebol é sempre de grandes emoções e paixões", embora ressalvando que "os adeptos portugueses sabem comportar-se, são disciplinados e têm consciência cívica".

Redação / SS