Numa tentativa de travar o aumento de contágios, o Governo decidiu proibir a entrada e saída da Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana.

As restrições de circulação de e para a AML aplicam-se a partir das 15:00 de amanhã [sexta-feira]", explicou a ministra da Presidência, acrescentando que duram até às 6:00 de segunda-feira.

Esta proibição aplica-se à área metropolitana como um todo e não entre concelhos e, segundo a governante, tem enquadramento legal.

A Área Metropolitana de Lisboa é composta pelos concelhos de Alcochete, Almada, Barreiro, Amadora, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal, Sintra, Sesimbra, Setúbal e Vila Franca de Xira.

Esta proibição não tem, para já, uma data para o seu final, dependendo da evolução dos contágios na região de Lisboa.

"Esta é uma restrição de saídas ao fim de semana, não é uma cerca sanitária", especificou Mariana Vieira da Silva, sublinhando que as viagens internacionais estão excluídas destas regras.

A governante garantiu ainda que será reforçada a fiscalização para garantir o cumprimento das regras.

Mariana Vieira da Silva afirmou ainda que há uma maior prevalência da variante Delta na capital.

É difícil esta tomada de medidas, mas elas parecem-nos fundamentais para não fazer alastrar ao resto do país a situação que se vive em Lisboa".

A ministra lembra ainda que “estamos hoje claramente numa situação já bastante longe da zona verde e, portanto, o país está numa situação mais preocupante do que estava há uma semana, como um todo, com as desigualdades territoriais que conhecem”.

Veja também: 

OS CONCELHOS EM ALERTA E OS QUE NÃO AVANÇAM NO DESCONFINAMENTO

Lara Ferin