A Infraestruturas de Portugal (IP) tem, a partir deste sábado, no centro operacional em Coimbra, locais de repouso e sanitários destinados aos peregrinos que se deslocam a pé para Fátima, além de colaboradores e carrinhas de apoio em várias estradas.

Em comunicado, a Infraestruturas de Portugal afirma que terá colaboradores e carrinhas de apoio em várias estradas dos distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria e Santarém, em cooperação com diversas entidades.

A exemplo do serviço disponibilizado a partir de agora em Coimbra (Antanhol), também o centro operacional de Santarém (em São Pedro) contará com locais de repouso e sanitários a partir de 6 de maio, serviços que estarão disponíveis entre as 08:00 e as 20:00.

Tal como em anos anteriores, a IP “vai estar presente no apoio aos peregrinos e automobilistas, em vários locais ao longo das principais estradas da [sua] rede utilizadas na peregrinação ao Santuário da Fátima”, iniciativa inserida na campanha “Torne-se Visível”.

Cuidados nas estradas

Além do apoio direto, serão realizadas ações de “sensibilização dirigidas aos milhares de peões que se deslocam em peregrinação, e também para os automobilistas que circulam em vias, excecionalmente por esta ocasião, parcialmente ocupadas pelos peregrinos”.

A Infraestruturas de Portugal aponta o caso do IC2 como uma das vias "onde a circulação automóvel se processa normalmente a velocidades mais elevadas, pelo que a circulação pedonal deve ser evitada e usados percursos alternativos”.

Esses percursos, com menor tráfego automóvel, estão sinalizados, afirma a nota.

A IP apela ainda aos peregrinos para a necessidade de adotarem “comportamentos de proteção, como, por exemplo, utilizar sempre o colete refletor, caminhar em fila indiana e no sentido contrário ao do tráfego automóvel”.

Quanto aos automobilistas, pede “uma condução mais defensiva, praticar velocidades reduzidas e, principalmente, ter uma maior compreensão e cuidado ao circularem junto dos vários grupos de peregrinos que vão encontrar ao longo do percurso”.