A GNR deteve quinta-feira um homem, de 44 nos, em Paredes, no distrito do Porto, por violência doméstica, poucos dias depois de ter saído em liberdade após cumprir pena por tráfico de droga, informou esta segunda-feira a autoridade policial.

Com problemas de alcoolismo, o suspeito terá agredido a mulher desde o início do casamento, em 1996, tendo inclusivamente, durante uma das situações, sido necessário receber tratamento hospitalar", lê-se no comunicado.

A detenção por violência doméstica ocorreu "tendo em conta o perigo a que a vítima estava sujeita", uma vez que durante as suas saídas precárias, no período em que esteve em reclusão, o arguido terá também, segundo a GNR, praticado atos de violência doméstica.

O suspeito foi detido na quinta-feira pelos militares, poucos dias depois de ter saído em liberdade definitiva, após cumprir pena por tráfico de droga.

O Tribunal de Penafiel ordenou como medidas de coação o "afastamento da residência e proibição de contactos com a vítima, por qualquer meio ou forma e proibição de adquirir ou deter armas de fogo".

/ AG