Pegadas de um suposto urso-pardo terão sido avistadas na zona do Barroso, no Parque Nacional da Peneda Gerês, no Norte do país. A fotografia foi publicada no Facebook por Carlos Ferreira, professor da Escola Superior Agrária de Bragança.

Confirmada a presença de ursos (Ursus arctos) divagantes no Barroso (norte de Portugal)”, escreveu o docente na legenda da imagem.

O professor assegura que a fotografia foi registada por um primo e que a “identificação foi confirmada por especialistas”.

Joaquim Silva, um habitante local, afirma ter avistado um animal pouco vulgar por aqueles lados. “Vi ali naquela esquina um animal muito grande, a andar com as quatro patas. Mas um animal muito grande. (…) quando ele vem virado às colmeias é que lhe vi o focinho e era um urso”, disse, em declarações à TVI.

Foi ele quem registou as pegadas do alegado urso, com recurso ao telemóvel.

A última vez que um urso-pardo foi avistado na região foi em 1843, quando um animal foi abatido precisamente no Parque Nacional da Peneda-Gerês. 

A presença esporádica de ursos no norte de Zamora, tem aumentado nos últimos anos e é possível que um animal se tenha deslocado da zona até ao Barroso.

A autarquia não descarta a possibilidade de as pegadas pertencerem mesmo a um urso-pardo e adianta que, se se confirmar, tudo fará para que o animal se fixe na região.  

A TVI contactou o Serviço de Proteção da Natureza da GNR, que fez saber que não tem qualquer informação para adiantar sobre o assunto.

Foi também contactado o Parque Nacional da Peneda Gerês, que, até ao momento, ainda não respondeu.