A morte de um bebé durante o parto, em setembro, no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNGE) levou à abertura de um processo de inquérito e averiguações interno, revelou, nesta quinta-feira, a unidade.

“Confirmamos que em setembro ocorreu uma morte perinatal”, afirmou o hospital, citado pela agência Lusa, acrescentando que a mortalidade perinatal acontece “totalmente dentro dos parâmetros nacionais em hospitais de apoio perinatal diferenciado”.

Escusando-se a fazer, de momento, comentários sobre o que terá levado à morte do bebé na sua unidade de obstetrícia, o CHVNGE revelou ter dado início a um processo de inquérito e de averiguações interno.

O mesmo ainda decorre.

/ BCE