A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal dos Açores, identificou e deteve um homem de 20 anos por “fortes indícios" de crimes de pornografia de menores, foi hoje anunciado em comunicado.

A detenção ocorreu no concelho de Ponta Delgada, da ilha de São Miguel, no âmbito de busca domiciliária onde o visado foi encontrado na posse de milhares de ficheiros de imagem - fotografias e vídeos - retratando crianças, na sua maioria com idade inferior a 10 anos, em poses e atividades pornográficas”, refere a PJ.

Segundo a polícia, o homem “obteve os referidos ficheiros com recurso ao ‘software’ TOR, que lhe permitia navegar anonimamente pela denominada ‘dark web’, de onde obtinha as imagens de pornografia de menores que compulsivamente armazenava e, em parte, distribuía”.

Foram apreendidos “mais de 240 gigabytes de ficheiros de pornografia de menores”, sendo que “o arguido tinha o computador preparado para guardar até sete terabytes”.

O detido foi presente às autoridades judiciárias, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de proibição de acesso à internet e proibição de adquirir ou ter na sua posse meios informáticos que permitam tal acesso, além da obrigação de se sujeitar a avaliação psiquiátrica.

/ JGR