A TVI teve acesso a uma gravação exclusiva de uma reunião do executivo da autarquia de Pedrógão Grande em que tanto o presidente como a vice-presidente confirmam que não há qualquer inventário dos donativos recebidos, ou seja, é impossível saber a proveniência de cada um dos bens existentes e armazenados. O mesmo aconteceu com o dinheiro que foi entregue diretamente em numerário à câmara.

São declarações a que tivemos acesso e que contrariam tudo o que os autarcas têm dito publicamente depois das denúncias da TVI.

A TVI tentou ouvir a vice-presidente da câmara, Margarida Guedes, e o presidente Valdemar Alves, que responderam por escrito, dizendo que nada têm a acrescentar perante o arquivamento do inquérito pelo Ministério Público sobre os donativos. Uma desculpa para não responderem ás questões levantadas pela nossa investigação, já que o arquivamento de que falam nada tem a ver com a nossa investigação, mas sim com uma noticia do jornal Expresso.

Por isso, a TVI irá continuar a investigar o que tiver que ser investigado. Em Pedrógão Grande está ainda tudo por explicar.