A condutora do veículo ligeiro que atropelou hoje mortalmente uma pessoa e feriu outras cinco na Estrada Nacional 365, em Moitas Venda, Alcanena, foi localizada e detida por militares da GNR. Depois de avaliada no hospital, a mulher acabou por ficar internada compulsivamente

Segundo a fonte da GNR de Santarém, a condutora, que fugiu do local do acidente, foi localizada pelos militares na autoestrada da beira interior (A23) com autoestrada do norte (A1).

“Neste momento, a condutora encontra-se detida” e o caso “vai baixar a inquérito para apurar as causas do acidente”, adiantou.

Ao que a TVI apurou no local, a condutora estava "ilesa", mas "desorientada" e foi detida depois de ter tentado entrar em contramão na A1 e ter acabado por chocar com a portagem de Torres Novas.

 O trânsito já foi reaberto nos dois sentidos na Estrada Nacional 365, em Moitas Venda, Alcanena.

As vítimas são peregrinos de Corouche que seguiam na Estrada Nacional 365 em direção a Fátima, disse à Lusa uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Ao que a TVI apurou dos cinco feridos, quatro estão em estado grave e um com ferimentos leves. Foi este ferido que chamou as autoridades depois do atropelamento que apanhou o grupo de seis peregrinos numa curva, arrastando as vítimas durante 30 metros. 

Os feridos foram transportados para o Hospital de Santarém e para o Hospital de Leiria.