O presidente da Câmara de Vimioso mostrou-se esta quinta-feira preocupado com "o perigo iminente" de derrocada nas encostas da EN218, que liga aquela sede de concelho à freguesia de Carção com prolongamento para a A4 e para Bragança.

Basta que chova um bocadinho e esta estrada transforma-se numa dor de cabeça. Há o perigo iminente de derrocada de pedras de grandes dimensões, sendo comum deslocar as nossas máquinas para fazer a limpeza da via", disse à Lusa Jorge Fidalgo.

Segundo o autarca social-democrata, o troço Vimioso/Carção "não reúne as condições de segurança necessárias" para quem se desloca da sede de concelho, ou dos municípios vizinhos de Mogadouro e Miranda do Douro, para a capital de distrito, Bragança, ou para a Autoestrada Transmontana.

A Infraestruturas de Portugal (IP) conhece esta realidade, porque ano após ano têm sido notificados e documentados com fotografias, dos acidentes e derrocadas que ocorrem neste percurso cada vez mais e de que nós tememos que estas situações tragam alguma tragédia", vincou.

Jorge Fidalgo lembra que cerca de 60 % dos alunos que estudam no Agrupamento de Escolas de Vimioso são provenientes de localidades servidas por esta estrada, "o que aumenta o grau de preocupação, já que há a circulação diária de autocarros que transportam crianças e jovens".

Os motoristas dos autocarros de transporte de alunos ficam atormentados quanto têm de passar naquele troço da EN218", indicou o autarca.

A revindicação antiga da construção de uma nova travessia sobre o rio Maçãs, de acordo com os responsáveis autárquicos do concelho de Vimioso, poderia trazer "uma nova e segura forma de fazer este importante percurso rodoviário ".

O autarca garante que o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) para a construção de uma nova ponte sobre o rio Maçãs, que ligue Vimioso a Carção para evitar este troço de estrada, já se encontra no sítio da internet da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para discussão pública.

"Espero que após terminar o prazo de consulta pública do EIA e parecer favorável se possa promover a conclusão do projeto de construção da travessia sobre o rio Maçãs. Na minha opinião, há condições reunidas para que o concurso da empreitada seja lançado em 2019, basta que haja vontade política", enfatizou.

Segundo Jorge fidalgo, a construção de uma nova ponte sobre o rio Maçãs, no concelho de Vimioso, e acessos da estrada 218 têm um investimento previsto de 20 milhões de euros.

A Lusa contactou a IP, mas até não foi possível obter esclarecimentos, até ao momento, relativos ao processo da EN218.