Um praticante de caça submarina morreu esta quinta-feira na praia do Pintadinho, no concelho de Lagoa (Algarve), depois de ter saído do mar com dificuldades respiratórias e entrado em paragem cardiorrespiratória, informou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Aquela entidade marítima indicou em comunicado que o homem, de 57 anos, foi assistido pelos nadadores-salvadores daquela praia do distrito de Faro, “tendo entrado em paragem cardiorrespiratória e, embora tenham sido feitas manobras de reanimação, acabou por morrer”.

O óbito foi declarado no local pelo médico do Instituto Nacional de Emergência Médica”, avançou a AMN.

O corpo foi transportado para o Gabinete Médico-Legal de Portimão, onde vai ser submetido a autópsia para determinar as causas da morte, tendo a Polícia Marítima tomado conta da ocorrência.

/ AG