O Procurador Geral da República vai receber segunda-feira o líder parlamentar do PSD, Paulo Rangel, que pediu a audiência para apurar se há situações de magistrados envolvidos em investigações criminais que estejam a ser condicionados ou intimidados.

Na terça-feira, Paulo Rangel anunciou que iria solicitar uma reunião com Pinto Monteiro, depois de ter recebido na Assembleia da República os Sindicatos dos Magistrados do Ministério Público (SMMP). Esta quinta-feira, fonte do PSD disse à Lusa que a audiência vai realizar-se na próxima segunda-feira.

Sobre a expectativa do PSD para a audiência com Pinto Monteiro, o líder da bancada social-democrata disse terça-feira esperar que o Procurador Geral da República forneça «garantias de que os trabalhos da magistratura se realizam em plena normalidade».

«Se o SMMP levanta algumas dúvidas, o PSD entende que [a questão] merece atenção. Não é uma entidade qualquer [a levantar a questão]. São magistrados que estão a falar com alguma preocupação», frisou então o presidente do Grupo Parlamentar do PSD.

No passado sábado, os delegados do SMMP, reunidos em Tomar, consideraram que «as pressões e intimidações» sobre os magistrados titulares de «processos ou investigações delicados» envolvem «poderosos meios de contra-informação só disponíveis, por norma, aos serviços de inteligence».
Redação / SM