A Polícia Judiciária deteve, em flagrante delito, um cidadão de Coimbra, com 54 anos, que partilhava na internet fotografias pornográficas de crianças e jovens menores de idade, revelou hoje a instituição.

Fonte ligada à investigação adiantou à agência Lusa que não foram encontradas ligações do arguido à produção das imagens, mas apenas à recolha e partilha com outros interessados nesses conteúdos.

Detido no passado dia 23 por agentes da Polícia Judiciária, o arguido continuava esta tarde a ser interrogado no Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra, para a aplicação da medida de coação.

Segundo a mesma fonte, ao ser-lhe apreendido o material informático, foram encontradas «dezenas e dezenas de ficheiros» com esse tipo de imagens.

O homem, solteiro, residente na cidade de Coimbra, é indiciado pela prática de um crime de pornografia de menores, na sua forma agravada, diz a Polícia Judiciária, em comunicado.

De acordo com a mesma fonte, as autoridades portuguesas iniciaram esta investigação, na sequência de uma informação «de um país terceiro», em 2011, de que havia em Coimbra «um user» a partilhar aquele tipo de ficheiros.
Redação / CLC