A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira a detenção de um homem suspeito da autoria de dois roubos a prostitutas na via pública, na zona de Guimarães, distrito de Braga, ocorridos em junho.

Em comunicado, a PJ refere que os roubos foram registados nos dias 05 e 12 e consumados sob ameaça com arma de fogo.

No total, os roubos “renderam” 460 euros, tendo ainda o suspeito levado os telemóveis das vítimas.

O suspeito abordou cada uma das vítimas, na tarde dos referidos dias, em locais onde exerciam a prostituição, e, em local ermo, sob ameaça de uma arma de fogo, roubou-lhes as quantias em dinheiro que detinham, num total de 460 euros, e os telemóveis de que eram portadoras”, lê-se no comunicado.

A PJ realizou três buscas, duas delas domiciliárias, tendo apreendido cocaína, uma soqueira e “elementos de prova”.

O detido, de 30 anos e encarregado de obras de construção civil, possui antecedentes policiais por sequestro.

Foi presente à autoridade judiciária competente, em Guimarães, que lhe aplicou as medidas de coação de apresentações semanais em posto policial, proibição de aproximação de zonas de prostituição e de contactos com as vítimas, proibição de uso de armas de fogo.

Teve ainda de prestar uma caução de 10 mil euros.