A Polícia Judiciária anunciou esta quarta-feira ter detido, no Porto, um ex-advogado especializado em direito fiscal, condenado a pena de prisão de quatro anos, por crimes de burla e de abuso de confiança, já transitado em julgado.

De acordo com a Lusa, o detido tinha já mandados de detenção desde 2008, tendo conseguido eximir-se nos últimos anos ao cumprimento dos mesmos, que agora foram executados pela PJ.

Na sequência dos crimes que cometeu, o homem, de 72 anos, já tinha sido expulso da Ordem dos Advogados.
Redação