A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta quinta-feira, a detenção de um homem suspeito de tentativa de homicídio, sequestro e abuso sexual, na Serra do Gerês, em fevereiro do ano passado.

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, solicitou às autoridades alemãs o cumprimento de mandado de detenção europeu, visando um cidadão alemão, a quem a investigação permitiu indiciar pelos crimes de homicídio, na forma tentada, sequestro, abuso sexual de pessoa incapaz de resistência e burla informática”, avança a PJ, em comunicado enviado à TVI.

Os crimes aconteceram a 15 de fevereiro de 2019, quando suspeito e vítima (ambos de nacionalidade alemã) passavam férias em Portugal.

O suspeito terá conduzido a vítima “até um local ermo daquela Serra do Gerês”. Aí, tê-la-á vendado, amordaçado e amarrado ao tronco de uma árvore. A vítima ficou abandonada, “sujeita às baixas temperaturas habituais naquela altura do ano e aos animais selvagens”, até se conseguir soltar, após algumas horas e pedir socorro.

De acordo com a PJ, “o suspeito apropriou-se dos cartões bancários da vítima, vindo a fazer vários levantamentos em ATM’s, encetando em seguida a fuga”. Foi agora detido na Alemanha e entregue à Judiciária.

O detido de 55 anos, sem atividade profissional conhecida e com antecedentes criminais por crimes contra o património, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Redação