A Polícia Judiciária (PJ) deteve o “presumível autor de crimes de incêndios, explosões e outras condutas especialmente perigosas”, ocorridos entre 17 e 24 de agosto, no concelho de Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, a PJ diz que o detido, de 46 anos, “terá atuado por sentimentos de vingança e ciúmes”, ao cometer os crimes numa freguesia de Famalicão.

Por duas vezes, e através de chama direta, provocou incêndio em anexo da residência da ofendida, nomeadamente na zona onde se encontravam botijas de gás. Noutra ocasião, após se ter introduzido na residência da ofendida, abriu uma boca de saída de gás de um fogão, assim pretendendo que fosse provocada uma explosão, facto que só não aconteceu por motivos alheios à sua vontade”, relata a PJ.

Com tais condutas, acrescenta a nota, “o arguido criou perigo para a vida da ofendida e terceiros, e para bens patrimoniais de elevado valor, já que a habitação onde ocorreram os factos confina com outras habitações”.

As diligências realizadas pela PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, permitiram “a recolha e consolidação de substanciais elementos de prova, que conduziram à detenção fora de flagrante delito” do suspeito.

O homem vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

/ JGR