Duas pessoas foram detidas pela Polícia Judiciária (PJ) em Vila Nova de Gaia pela presumível prática de crimes de branqueamento, burla qualificada e burla informática. Os detidos são um homem e uma mulher, com 54 e 40 anos de idade respetivamente.  

De acordo com um comunicado da PJ, os suspeitos integravam uma organização criminosa cujo núcleo principal se localiza em França e que terá lesado instituições de crédito e empresas francesas em 1.200.000 euros.

O esquema envolvia a abertura de contas bancárias e a constituição de sociedades comerciais em França por pessoas sem instrução, que não dominavam a língua francesa.

Os suspeitos recrutavam indivíduos em Portugal, denominados “homens de palha”, que se deslocavam a França para abrirem essas contas bancárias.

O comunicado refere ainda que os detidos deixaram que fossem creditadas nas suas contas bancárias em Portugal inúmeras transferências.