O Governo prepara-se para arrancar com um processo de testagem massiva à população para o desconfinamento, que deverá consistir em 400 mil testes de 14 em 14 dias.

O número foi avançado à Rádio Renascenca e confirmado à TVI por Germano de Sousa, responsável por laboratórios de análises clínicas, que cita informações da Associação Nacional de Laboratórios Clínicos.

"Esta foi a informação que nos chegou de um representante da Associação Nacional de Laboratórios Clínicos", disse.

Questionado se os laboratórios têm capacidade para assegurar a concretização, o ex-Bastonário da Ordem dos Médicos acredita, pelo menos na sua empresa, ser um objetivo fazível.

"Acredito que os meus laboratórios conseguirão dar resposta", afirma.

A TVI interrogou o Ministério da Saúde que vincou que a estratégia está a ser operacionalizada e será oportunamente divulgada

Este plano deverá funcionar como um rastreio para o desconfinamento. Tal como a DGS já tinha revelado, a orientação é para testar em locais como escolas, fábricas ou na construção civil.