Há dez meses que um casal, originário de Cascais, está sem casa. Nos últimos três meses têm pernoitado no interior da própria viatura à porta de um centro comercial no distrito do Porto. Em declarações à TVI dizem que a humidade e o frio são as maiores dificuldades, numa altura em que conta com apoio de duas colaboradoras do centro comercial. 

O marido, Zé Luís, dá cara e voz às dificuldades que o casal vive. Estiveram em Itália e passaram por várias regiões do país, mas não encontraram a ajuda necessária e vivem com os cerca de 300 euros da pensão de invalidez de Zé Luís. 

No Porto, o casal confessa que "não passa fome" e conta com o apoio de duas mulheres que lhes entregam comida.