A polícia húngara divulgou, esta quinta-feira, as imagens da detenção do alegado "hacker" dos e-mails do Benfica. Nas duas fotografias, vê-se Rui Pinto com a cara desfocada, acompanhado por dois inspetores.

"Investigadores do departamento criminal da polícia de Budapeste, a 16 de janeiro de 2019, no distrito Budapest VII. Neste distrito, um homem português de 30 anos foi detido depois do mandado de prisão emitido pelas autoridades portuguesas a 15 de janeiro. Com base no Mandado de Captura Europeu, os agentes apreenderam ainda objetos suspeitos de estarem na posse do homem. O homem foi detido e o processo de libertação está a decorrer", lê-se no comunicado da polícia húngara.

O hacker, que alegadamente roubou os emails ao Benfica, foi detido na quarta-feira. Sem citar o nome de Rui Pinto, o gabinete de imprensa da PGR explica que "foi concretizada a detenção de um cidadão nacional de 30 anos de idade, sobre quem impendia Mandado de Detenção Europeu".

Veja também:

"Em causa estão factos suscetíveis de integrarem crimes de extorsão qualificada na forma tentada, acesso ilegítimo, ofensa a pessoa coletiva e violação de segredo. O inquérito corre termos no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e o Ministério Público é coadjuvado pela Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T) da Polícia Judiciária".

O conunicado explica que a Polícia Judiciária "está a acompanhar presencialmente a execução da detenção e das diligências subsequentes, no âmbito de uma Decisão Europeia de Investigação".