A Polícia Judiciária apreendeu cerca de 806 quilos de cocaína que vinha escondida em isoladores sísmicos, um método até agora desconhecido pelas autoridades.

No âmbito da operação “Sismo”, foram detidos dois homens, por “fortes suspeitas de integrarem uma organização criminosa com ligações a vários países” e que introduziria “grandes quantidades” de cocaína na Europa, refere a PJ em comunicado.

“A droga agora apreendida, que era proveniente de um país da América Latina, estava dissimulada em 12 isoladores sísmicos idênticos aos habitualmente utilizados na construção de pontes e que foram transportados por via marítima até um porto nacional.”

A PJ admite que este método tornou “extremamente difícil” a deteção da cocaína, sendo que foi necessário até “recorrer a maquinaria pesada de corte” para a retirar dos isoladores sísmicos.

Esta operação contou com a colaboração da polícia espanhola, que já tinha detido, em Espanha, outros dois homens e identificado uma mulher, também suspeitos de integrarem a mesma organização.

Os dois homens agora detidos em Portugal têm 46 e 47 anos e antecedentes “por vários tipos de ilícitos”. Foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

As investigações, que começaram no ano passado, continuam.

Catarina Pereira