As autoridades policiais detiveram um homem suspeito de ofensas à integridade física qualificada, agravada pelo resultado de morte, contra a companheira, em Albufeira, no Algarve, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

O homem, de 44 anos, foi detido depois de os investigadores policiais terem recolhido “fortes indícios da prática do crime”, que teve por vítima “uma mulher igualmente com 44 anos de idade”, com a qual mantinha uma relação, adiantou a PJ num comunicado.

A mulher “foi agredida pelo ora detido, seu companheiro, mediante agressão física desferida sobre a face e crânio”, tendo as “graves lesões crânio encefálicas provocadas” acabado por “determinar a morte, ocorrida no interior da habitação onde coabitava exclusivamente o casal”, contextualizou a Judiciária num comunicado da Diretoria do Sul.

Da conjugação dos elementos de prova recolhidos, com as perícias realizadas, foi ainda possível determinar que a morte terá sido produzida cerca de dois dias antes do seu conhecimento por parte das autoridades, período durante o qual o suspeito acabaria por permanecer com o cadáver na habitação, do interior da qual se ausentava amiúde com o propósito de consumir bebidas alcoólicas em estabelecimentos próximos”, acrescentou a mesma fonte.

O homem vai agora ser presente em tribunal para ser submetido a primeiro interrogatório judicial e ficar a conhecer as eventuais medidas de coação a que fica sujeito, referiu ainda a PJ, sublinhando que o inquérito está a ser dirigido pela secção de Albufeira do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro.

/ LF