A Polícia Judiciária deteve cinco homens, apreendeu 220 quilos de haxixe e mais de 1,2 milhões de euros, numa operação de combate ao tráfico por via marítima que decorreu durante dois meses nas regiões de Lisboa, Alentejo e Algarve.

No comunicado divulgado esta quarta-feira de balanço da operação “Centro Sul”, a PJ adianta que a investigação, dirigia pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), demorou um ano e “permitiu desarticular uma estrutura criminosa, a operar nas operar nas regiões de Lisboa, Alentejo e Algarve” que introduzia “significativas quantidades de haxixe no país” por via marítima.

Entre os objetos apreendidos consta ainda cinco viaturas ligeiras, cinco motociclos, uma moto de água, uma grande quantidade de telemóveis, uma arma de fogo, e diversa documentação, 1.160 bidões para transportar combustível, vários telefones satélite e outros equipamentos destinados à navegação marítima.

Os detidos, com idades entre os 26 e os 33 anos, já estavam referenciados na PJ por tráfico de droga e, após terem sido presentes ao juiz de instrução, dois ficaram em prisão preventiva, um em prisão domiciliária com pulseira eletrónica e os outros dois com medidas de coação não privativas das liberdade.

/ HCL