A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve um homem, de 50 anos, suspeito de ter provocado intencionalmente 13 incêndios em ecopontos daquela cidade, durante os meses de fevereiro e março, informou hoje aquele órgão de polícia criminal.

Em comunicado, a PJ esclarece que o indivíduo foi detido no domingo, no cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Aveiro.

De acordo com a investigação, o indivíduo, sem qualquer ocupação profissional e já com antecedentes criminais, "atuando por motivos fúteis num quadro de forte alcoolismo", ateou os incêndios por ignição direta, visando diversos ecopontos situados em vários locais da cidade de Aveiro.

A PJ realça que só a pronta intervenção dos bombeiros impediu que as chamas se propagassem e atingissem maiores proporções, pondo em perigo bens patrimoniais de terceiros, nomeadamente, viaturas e edifícios localizados nas proximidades.

"A detenção foi precedida de busca à residência do suspeito, que permitiu apreender importantes elementos de prova", refere a mesma nota.

/ AM