A Polícia Judiciária deteve um homem, de 59 anos, "por fortes indícios da prática de, aproximadamente, duas centenas de crimes de pornografia de menores".

Em comunicado, a PJ revela que investigação teve início na suspeita de que o homem tinha abusado de uma criança, com menos de dez anos, entre 2011 e 2014, a quem tirou fotografias de cariz sexual.

"Foi realizada uma busca domiciliária na sua residência, na sequência da qual foram apreendidas cerca de duas centenas de fotografias dessa natureza, em que eram retratadas crianças do sexo feminino aparentando ter idade inferior a 14 anos. Nas fotos apreendidas, foram localizadas algumas, da autoria do próprio, da criança inicialmente abusada pelo autor", acrescenta a nota.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Andreia Miranda