A Polícia Judiciária deteve um homem de 30 anos suspeito de ter cometido assaltos à mão armada a instituições bancárias e posse de arma proibida, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a PJ adianta que os alegados crimes foram cometidos entre dezembro de 2017 e julho deste ano em quatro agências bancárias, tendo o autor usado uma arma de fogo para coagir e ameaçar os funcionários, obrigando-os a entregar-lhes o dinheiro existente na “caixa”.

Durante as diligências dos elementos da Unidade Nacional Contraterrorismo (UNCT) foram apreendidos alguns elementos probatórios, três armas de fogo e droga.

O detido será presente a primeiro interrogatório judicial para a aplicação da medida de coação no Tribunal de Instrução Criminal de Loures.

/ LCM com Lusa