A Polícia Judiciária (PJ) deteve um segundo suspeito de matar um homem e atear fogo ao corpo, num crime consumado em agosto deste ano na Zona Industrial de Serzedo, em Vila Nova de Gaia, informou esta terça-feira fonte policial.

O suspeito é um desempregado de 19 anos de idade, que foi detido na segunda-feira e que ao início desta tarde aguardava ainda a submissão a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Em 2 de outubro, a PJ tinha anunciado a detenção de outro alegado coautor dos crimes, um empresário de 54 anos com antecedentes criminais por homicídio qualificado, ofensa à integridade física qualificada, dano e furto, que está a aguardar o desenvolvimento deste processo em prisão preventiva.

De acordo com os elementos indiciários recolhidos, o ora detido e o arguido já preso preventivamente terão atraído a vítima até uma zona isolada, local onde o surpreenderam e agrediram brutalmente na zona da cabeça e no pescoço, ateando depois fogo ao cadáver com o objetivo de destruírem vestígios que os relacionassem com o homicídio”, refere a PJ, em comunicado de hoje.

Os factos ocorreram ao início da noite de 17 de agosto na Zona Industrial de Serzedo, a vítima foi um homem de 35 anos e o crime terá sido consumado por ciúmes, segundo as autoridades.

/ CE